Marconi se compromete com pautas do Movimento Valoriza UEG

Candidato ao Senado pelo PSDB assina carta de compromisso entregue pelo presidente da organização, Lauro Dias


Foto: Humberto Silva

Reconhecido por dar prioridade à educação, o candidato a senador Marconi Perillo (PSDB 456) se comprometeu com pautas do Movimento Valoriza UEG (Universidade Estadual de Goiás). Marconi assinou carta de compromisso entregue pelo presidente da organização, Lauro Dias, que declarou apoio à candidatura do tucano ao Senado. O documento tem como “objetivo buscar melhorias para a categoria, como titulação aos técnicos e analistas”

A carta também oficializa a intenção de o movimento ter Marconi, que criou a UEG durante seu governo, como “representante da categoria” no Senado, “defendendo os servidores em qualquer nível de esfera”.

Caso seja eleito, o senadoriável do PSDB tem dito que seu trabalho será no sentido de ajudar Goiás, independentemente de quem for o governador. Com sua experiência, mesmo no Senado, poderá articular a favor dos servidores da UEG.

Entre as pautas presentes na carta está a majoração do “vencimento básico daqueles servidores que possuem formação acadêmica superior à exigida pelo cargo ocupado, em porcentagem diretamente proporcional ao grau de escolaridade”.

Constam, ainda, o “aumento do vale-alimentação de R$ 500 para R$ 1 mil, concedido a todos os servidores”, bem como o “pagamento das progressões e promoções de forma automática por tempo de serviço” e “dos valores devidos pelo Estado de Goiás das progressões e promoções retroativos.

Além disso, o Movimento Valoriza UEG pede a garantia da “revisão geral anual da remuneração dos servidores previsto nas Constituições Federal e Estadual, de modo a preservar o poder aquisitivo dos servidores e sanar a omissão legal do Estado”.

Outras pautas com as quais Marconi se comprometeu são a “publicação de Decreto que regulamenta o trabalho remoto”, o “aumento na cota das funções comissionadas para a UEG” e a “inclusão dos servidores à disposição da UEG nos benefícios relativos ao quadro próprio da Universidade”.

Destacam-se também a inclusão dos “pais dos servidores como dependentes no plano de saúde estadual do Ipasgo, para gozarem do atendimento médico e hospitalar oferecido” e “dos Assistentes Administrativos na Lei dos Técnicos Governamentais”.

Por fim, estão a “possibilidade de técnicos assumirem a gestão de campus e unidade” e o “compromisso do Executivo na realização de concurso para técnicos administrativos e escala de convocação dos remanescentes do concurso de 2014”.

Assessoria de Imprensa da Campanha de Marconi Perillo

Emerson Tormann

Técnico Industrial em Elétrica e Eletrônica com especialização em Tecnologia da Informação e Comunicação. Editor chefe na Atualidade Política Comunicação e Marketing Digital Ltda. Jornalista e Diagramador - DRT 10580/DF. Sites: https://etormann.tk e https://atualidadepolitica.com.br

Postagem Anterior Próxima Postagem

نموذج الاتصال