Com o sonho de ser engenheira de produção, estudante conquista 980 na redação do Enem

 


Ana Luiza do Nascimento explica que organização e leitura é essencial para ter bom desempenho na prova

 

 

Com uma rotina de estudos, que precisou ser conciliada entre aulas online e presenciais, Ana Luiza do Nascimento Oliveira agora comemora a nota 980 na redação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Aos 17 anos, a aluna do Colégio Integrado divide a alegria entre a boa colocação no Exame e a aprovação para o curso de engenharia de produção na USP (Universidade de São Paulo), através do vestibular da Fuvest (Fundação Universitária para o Vestibular).

 

 

“Quando estava no segundo ano do ensino médio, veio a pandemia e as aulas on-line. É preciso muita concentração e organização para manter o ritmo de estudos dentro de casa. Quando surgiu a possibilidade das aulas híbridas, eu gostei bastante. E segui o fluxo de pesquisar repertórios e prestar mais atenção nas matérias de humanas que incluem filosofia, sociologia”, explica.

 

 

Treinar a redação é a dica unânime entre os especialistas em Enem e Ana Luiza seguiu a orientação à risca. No primeiro semestre, fazia duas redações por semana e no segundo semestre, uma redação por semana - o que é uma média de 50 redações no ano. “Inclusive o tema da redação foi trabalhado em sala de aula no mês de setembro. Estava com o assunto fresco na minha cabeça e consegui me sair muito bem”, relata.

 

 

Ela explica que outro método que a ajudou foi treinar o tempo de redação. “Nós precisamos treinar o tempo porque temos um curto espaço para escrever. No começo gastava em média uma hora e meia para fazer meus textos. Depois de muitas redações, esse tempo médio caiu para 40 minutos. Essa preparação é muito importante para alcançar uma boa nota no exame”, avalia.

 

 

Para o coordenador pedagógico do Colégio Integrado – Unidade Areião, Natan Marques, os resultados trazem muita alegria para os professores, que acompanham de perto os desafios enfrentados pelos alunos durante a preparação para o Enem. “Ficamos muito felizes com esses resultados, porque acompanhamos diariamente a rotina dos alunos para alcançarem uma boa colocação para o curso que escolheram. Não é fácil, exige concentração, organização e muitos momentos de renúncia, mas, acima de tudo, sabemos que no final a conquista é o reflexo do esforço de cada um”.


Postar um comentário

0 Comentários