DF registra redução de mortes no trânsito

Número de óbitos de crianças e adolescentes em acidentes de trânsito tem redução de 44%


 
De acordo com um levantamento preliminar do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF), de janeiro a setembro deste ano foram registradas cinco mortes de crianças e adolescentes no trânsito. O estudo considera pessoas com até 17 anos e indica uma redução de 44% nos óbitos dessa faixa etária em comparação com o mesmo período do ano passado, quando foram registradas nove mortes.
 
Segundo dados da Gerência de Estatísticas do Detran-DF (Gerest), nos acidentes fatais com crianças e adolescentes o atropelamento de pedestre e a colisão foram predominantes em 2020, representando, respectivamente, 44% e 33% das vítimas fatais. Em 2021, a colisão (três óbitos) foi a principal ocorrência, correspondendo a 60% das mortes.
 
Considerando apenas as crianças (até 12 anos), de janeiro a setembro de 2020 foram três vítimas fatais, já em 2021 foram duas, uma redução de 33%. Neste ano, dentre as crianças mortas em acidentes de trânsito, uma era ciclista e a outra era pedestre.
 
Redução de mortes em acidentes de trânsito
As ocorrências de acidentes de trânsito fatais no Distrito Federal têm apresentado uma redução significativa em 2021. De acordo com dados da Gerest, no mês de setembro, por exemplo, foram registradas 12 vítimas fatais, esse é o menor número para o mês desde 2000. Em comparação com setembro do ano passado, quando ocorreram 16 mortes, a redução foi de 25%.
 
Em 2020, de janeiro até setembro, 168 pessoas morreram em acidentes de trânsito no DF. No mesmo período de 2021 foram registradas 114 vítimas fatais, são 54 óbitos a menos que no ano anterior, uma redução de 32%.
 
Para mais informações, acesse:
Informativo Crianças e Adolescentes – Distrito Federal – Janeiro a Setembro – 2020 e 2021

Postar um comentário

0 Comentários