Rombo de R$ 62,2 bi no setor elétrico confirma a irresponsabilidade fiscal do governo Dilma - Alô Goiás

Últimas

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Rombo de R$ 62,2 bi no setor elétrico confirma a irresponsabilidade fiscal do governo Dilma

Mais uma vez os brasileiros vão pagar a conta da irresponsabilidade fiscal da presidente Dilma Rousseff. As contas de luz vão ficar 7,17% mais caras na média ou mais em todo país e haverá reajustes até 2025 para cobrir o rombo deixado pelo governo petista, na ordem de R$ 62,2 bilhões, que custearão indenizações às transmissoras de energia

Com a edição da MP, a tarifa chegou até a ter queda de 15,66% em 2013, mas o alívio durou pouco pelo aumento de 17,06% em 2014 e de 51% em 2015. No ano passado, houve redução de 10,66%, segundo dados do IBGE, mas os brasileiros ainda tiveram que conviver com a bandeira vermelha, medida que eleva os preços da energia.

Para o deputado federal Célio Silveira (PSDB-GO), a medida provisória apresentada por Dilma foi mais uma medida populista feita pelo PT para ganhar as eleições em 2014, e cujas consequências agora os consumidores terão que arcar. “A ex-presidente não poderia ter tomado essa medida irresponsável, mas o fez para ganhar as eleições. Uma hora a conta iria chegar e vai afetar, principalmente, a população mais pobre. Mesmo fora do poder, ela está fazendo uma grande atrocidade para a população brasileira, que sofre tanto para pagar as contas de luz e água. É mais um dos grandes erros que a ex-presidente cometeu e espero que os brasileiros tenham maturidade para não eleger pessoas incompetentes e sem compromisso com a população”, criticou o parlamentar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário