Entrega de 170 mil casas e débitos quitados mostram eficiência da gestão tucana em ministério - Alô Goiás

Últimas

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Entrega de 170 mil casas e débitos quitados mostram eficiência da gestão tucana em ministério

Com a ação, mais de 700 mil pessoas foram beneficiadas

O programa Minha Casa Minha Vida segue firme, realizando o sonho da casa própria para milhares de brasileiros de Norte a Sul. Nesta quarta-feira (21), o ministro das Cidades, deputado federal licenciado Bruno Araújo (PSDB-PE), destacou que desde o início da gestão de Michel Temer, em maio, já foram entregues mais de 170 mil casas na faixa 1, ou seja, aquelas destinadas a famílias mais carentes. Com isso, foram beneficiadas mais de 700 mil pessoas.

De acordo com o deputado Célio Silveira (GO), ex-prefeito de Luziânia (GO), esse é um dos melhores programas do governo federal. Ele reitera a eficiência mostrada pelo ministro tucano, a competência e determinação que tem transformado o ministério e os programas sociais em ações que vão ao encontro do que a população espera de uma boa gestão. “O governo está de parabéns por estar entregando casas para a população que precisa dessa ajuda para ter o seu lar”, disse o parlamentar.

Durante a entrega de 420 casas para famílias de Mogi das Cruzes (SP), nesta quarta-feira, Bruno Araújo ainda disse que não há mais dívidas com as construtoras. “Portanto, o MCMV segue firme, só que com uma diferença: agora, os pagamentos estão em dia, e o governo federal não deve um único centavo a uma construtora do Brasil”, ressaltou.

Acompanhado do presidente da República, Michel Temer, do governador do estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, e dos deputados Silvio Torres e Eduardo Cury, ambos do PSDB de São Paulo, o ministro destacou que só em dezembro foram entregues 40 mil unidades em todo o país, e até o final do ano, mais 18 mil famílias receberão as chaves de suas unidades.

Essas moradias são destinadas às famílias com renda mensal de até R$ 1.800,00, ou seja, da chamada faixa 1. “Nossa prioridade é assegurar a dignidade das pessoas e a segurança de um futuro melhor para os brasileiros”, disse Bruno. Das 60 mil unidades que o governo de Dilma Roussef deixou abandonadas, 28 mil já foram retomadas, num investimento de R$ 1,9 bilhão.

Na ocasião, o presidente Temer parabenizou o ministro tucano pela capacidade administrativa. “Vocês todos sabem que o governo só vai bem quando o ministério é eficiente. E o Bruno Araújo tem me dado essa alegria extraordinária. Eles percorrem todo o Brasil a todo o momento para inaugurar novas habitações. Com essa competência administrativa e qualificação é que convenhamos, os aplausos vêm com certa facilidade para o governo federal”, agradeceu.

O governador Alckmin reforçou que em São Paulo foi assinada, junto ao governo federal, a contratação de 110 mil casas e apartamentos, sendo 50 mil entregues e outras 59 mil em obras, o que significa mais de 70 mil empregos diretos e 200 mil indiretos. “O Minha Casa Minha Vida ajuda a população carente e também na geração de empregos na construção civil, infraestrutura e saneamento”, comentou.

META PARA 2017

Para 2017, a previsão é entregar mais de 500 mil residências. Serão mais de R$ 60 bilhões entre recursos do governo federal e do FGTS que serão direcionados para esses empreendimentos.

Além do Minha Casa Minha Vida, o governo lançou o Cartão Reforma para ajudar pessoas com renda familiar bruta mensal de até R$ 1,8 mil na aquisição de materiais de construção para reformar, ampliar ou concluir suas casas. O programa terá início no próximo ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário